Han Shan

De Protopia

Ir para: navegação, pesquisa
201px-kanzanjittokuzur.jpg
Han-Shan foi um poeta chinês que terá vivido no século VII. O seu nome está associado ao Taoísmo e ao Zen Budismo, sendo-lhe atribuídos 311 poemas. O tradutor Arthur Waley introduziu-o no mundo anglo-saxónico em 1954. Dois anos depois, o poeta beat Gary Snyder traduziu e publicou 24 poemas de Han-Shan na revista Evergreen Review. Conta a lenda que Han-Shan (Montanha-Gelada) tomou o nome da montanha onde instalou um retiro. Embora fosse referido nos Novos Anais dos Tang e apreciado até ao século XI, foi praticamente ignorado do século XII ao século XVII. Apaixonado pela liberdade, entregou-se a um trabalho interior de solidão sem se deixar tentar pelas rotinas das religiões ou das filosofias estabelecidas.(O vagabundo do Dharma – 25 poemas de Han-Shan, Cavalo de Ferro, Outubro de 2003.)

[editar] Escritos












Ligações externas


Autores

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Conteúdos
Ferramentas